Primeira turma do doutorado em Educação inicia atividades

A primeira turma de doutorado em Educação da Universidade do Estado do Pará (Uepa) foi acolhida na manhã de hoje. O Programa de Pos-graduação em Educação (PPGED) do Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) iniciou no auditório Paulo Freire do Campus I suas atividades para o ano de 2019. Na aula magna do programa, o professor doutor

Os dez selecionados para a primeira turma de doutorado e os 30 que cursarão o mestrado foram recebidos hoje pela gestão superior e do Centro em uma aula magna que reuniu coordenação professores e demais alunos do programa. O professor do curso de Música, Urubatan Castro, abriu a solenidade com uma canção composta por ele em homenagem aos índios da etnia Wai Wai e alguns cantos infantis paraenses em solo de piano.

A professora Ivanilde Apoluceno, sempre muito ovacionada pelos discentes e docentes do curso, se emocionou ao agradecer a todos que contribuíram para a aprovação dos doutorado em 2018. “Foi um processo muito sofrido. O ano de 201 foi muito importante para o PPGED, não apenas pelo doutorado, mas também pelo ingresso no Programa Nacional de Cooperação Acadêmica na Amazônia, que nos possibilitou firmar parcerias com excelentes instituições, como a UFRN e a UFSC. Nossas cooperações internacionais também são inúmeras. Agradeço a cada envolvido, mesmo que tenha sido com uma palavra amiga e de apoio”, disse.

Criado em 2005, o PPGED alcançou a nota quatro no mestrado e doutorado em 2018. Atualmente, o programa conta com 100 alunos e 17 professores, tendo ao longo dos anos mais de 270 defesas de dissertação. O titular da Pro-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propesp), Renato Teixeira, parabenizou nominalmente a professora Ivanilde, cuja história na Instituição se mistura com a do PPGED. “A Uepa percebeu que podia fazer pós-graduação em 2005, com o mestrado em Educação, e se hoje temos 12 mestrados, é porque a professora Ivanilde nos abriu os olhos para isso”, avaliou ele, que ressaltou o compromisso em trabalhar no crescimento sem esquecer a qualidade dos programas.

O diretor do CCSE, Anderson Maia, participou da mesa de abertura e colocou a gestão à disposição do programa. “Parabenizo a luta do PPGED, principalmente enquanto egresso de lá. Recebemos hoje dez novos futuros doutores e isso é fundamental em um momento que o governo federal demonstra não priorizar a educação. Fico feliz com o crescimento exponencial da pesquisa no Centro e seguiremos buscando recursos e dar estrutura para que os programas possam desenvolver seu potencial”, prometeu.

O ex-reitor da Universidade e atual diretor de Científico da Fundação de Amazônia de Amparo a Estudo e Pesquisas (Fapespa) , Juarez Quaresma, foi convidado para participar da abertura e recebeu agradecimentos por sua atuação na aprovação do doutorado e prometeu uma aproximação da Fundação com a Uepa. “Eu pude assistir de perto a luta e o engajamento de todos os envolvidos e sei da luta. Quero trabalhar mais de perto com a Uepa para oferecer bolsas e editais de pesquisa que possam fortalecer o Pará “, garantiu.

O reitor, Rubens Cardoso, ressaltou os desafios da diversidade, em alusão à conferência de abertura “Diversidade Cultural e os desafios na Pós-graduação na Amazônia “, do professor da UFSC, Ronaldo Fleuri. “Atender a diversidade cultural aqui é um desafio mesmo, mas tem progredido. A Amazônia não é mais apenas um celeiro onde se vem buscar matéria prima. Hoje, não existe mais a tolerância ao método de erros e certos. Temos um ambiente dinâmico e complexo. O foco da Instituição é na inovação e no conhecimento em todas as áreas”, observou ele, que ressaltou a importância da parceria com a Fapespa para a Uepa. “Qualificar capital humano que possa perceber e lidar com esses desafios, apresentando soluções é o nosso objetivo comum”, concluiu.